Início » Carnes

Vaca Atolada

Vaca Atolada


PREPARO

85 Minutos


RENDIMENTO

6 Porções


FAVORITOS

25


CHEFF

Naoca


Vaca Atolada

Hoje temos por aqui Vaca Atolada que a Chef Naoca vai nos ensinar a fazer. Você pode preparar em 85 minutos esta maravilha de receita da categoria Carnes para seus convidados. A receita pode render até 6 porções e é bem simples de fazer.

Receita de Vaca Atolada

Quem gosta de uma boa comida caipira vai adorar a receita de Vaca Atolada, uma receita típica da culinária de Minas Gerais, mas que conquistou o Brasil inteiro, até porque todo brasileiro que se preze adora uma receitinha caseira, parecendo que foi avó que fez.

Com aquela carne macia e suculenta, um caldinho quente cremoso e bem temperado, com um cheiro e sabor maravilhoso… Deu agora na boca, né?

Esse prato de Vaca Atolada tem como principais ingredientes tradicionais a costela de boi e a mandioca, e são complementados com iguarias que você pode facilmente achar na sua casa além de ser bem prático e simples de fazer.

Então, junte a família, amigos ou convidados se você está querendo preparar para um almoço, talvez até mesmo um jantar, é uma ótima opção. Sem dúvidas eles vão sair satisfeitos e esbanjando elogios para você!

Veja também: Farofa de Ovo.


Ingredientes Para Vaca Atolada

  • 1,5Kg costela de boi
  • 1Kg mandioca (descascados e cortados
  • 2 colheres (sopa) de óleo ou azeite
  • 2 cebolas (picadas)
  • 4 dentes de alho (picados)
  • 4 tomates (cortados em cubos e sem sementes)
  • Sal a gosto
  • 1 colher (chá) de colorau
  • Pimenta do reino a gosto
  • 1 colher (chá) de salsinha
  • 2 folhas de louro
  • Água quente (suficiente para cobrir a carne)
  • Cheiro verde a gosto (picado)

Como Fazer Vaca Atolada


Tempere a costela

Corte a costela em pedaços e limpe. Depois tempere com sal, alho e pimenta do reino. Misture bem e reserve para marinar a carne por no mínimo 30 minutos.


Neste tempo

Faça a mandioca ficar pré-cozida. Pra isso, pegue uma panela coloque-as já descascadas e cortadas em pedaços relativamente grandes. Cubra com água, sal e leva ao fogo. Como queremos ela pré-cozida não deixe muito tempo, ela precisa ainda está com aspecto firme. E reserve.


É o momento para selar a costela

Em uma panela grande ou de pressão e ligue o fogo, acrescente o óleo ou azeite e ponha os pedaços da costela e frite dos dois lados para ficar bem douradinhos. Faça com todos os pedaços, se não der na panela terá que fazer este processo mais de uma vez.


Em seguida

Todos os pedaços estão dourados, agora reserve em um recipiente. Na mesma panela que foi frito a costela, refogue a cebola, por alguns minutinhos e logo depois coloque o alho, salsinha, Depois coloque os tomates e o colorau e misture bem até que fique homogêneo.


Logo após

Ponha de volta os pedaços e misture novamente, acrescente as folhas de louro. E então, chegou a hora de cozinhar, coloque a água quente até cobrir a carne e tampe-a deixando de 30-40 minutos, se você for fazer na panela de pressão, espere pegar pressão e comece a contar desde aí.


Hora de adicionar a mandioca

Carne pronta, adicione a mandioca e água caso estiver seco ou com pouco caldo. Deixe por mais 10-15 minutos no fogo. E aí se a carne estiver macia, a mandioca mole, quase se desmanchando, é hora de desligar e de acertar no sal se precisar. Para finalizar jogue o cheiro verde.


E por fim

Já pode servir na hora para quem quiser!


Informações Adicionais

A história do nome “Vaca Atolada”

Nome peculiar, não é mesmo ?

Qual o motivo da escolha?

É o que vamos saber agora…

Não há uma concordância exata sobre quando, mas a história mais contada é que na época das expedições por ouro na região de Minas Gerais, por volta dos anos 1800, era comum a comitiva andar por solos íngremes, úmidos e frios, dificultando a travessia. O gado dos tropeiros acabava atolando em vários trechos das trilhas por conta dessas condições e isso fazia as viagens durarem bastante tempo.

Por conta disso, eles paravam para remanejar os animais e por a tropa para descansar, priorizando uma alimentação boa para repor energias. Enquanto viajavam, eles levavam carne bovina; em especial costela de boi; mergulhada na gordura do animal para garantir a qualidade da comida. Durante o trajeto também, era muito comum que procurassem e cortassem mandioca pela estrada para encorpar o caldo e cozinhar junto a carne para dar mais vigor ao prato, além de aprimorar o sabor.

O prato de Vaca Atolada era servido justo nesses momentos de parada, quando os peões precisavam ajudar o gado da tropa a sair do atoleiro; daí, então, que veio o nome de vaca atolada. É uma narrativa curiosa de uma receita típica que faz parte da história do nosso país, além de ser deliciosa!




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receitas Relacionadas

Publicações Recomendadas